quinta-feira, 16 de julho de 2015

sonhos de sempre

É normal sentimo-nos presos a opções de e na vida que nada têm a ver com os nossos sonhos e ambições. Na verdade, parecem mesmo estilhaça-los ou adiá-los para um horizonte tão longínquo que o mais apetecível é desistirmos.
De todos os sonhos, de certo, muitos ficarão por cumprir. Faz parte do nosso crescimento. Mas também faz parte de nós ( aliás, devemo-nos) continuar a acreditar neles.
Olho para os meus sonhos de infância, de adolescência, de início da idade adulta e para os que agora despontam e tento perceber se são diferentes. Ou se será o mesmo sonho transfigurado e adaptado a cada fase de maturidade?
Viagem, conhecimento livresco e prático, descoberta, reconhecimento profissional, criatividade… tem sido o âmago dos meus sonhos. Apesar de, ao longo dos tempos, se ter revestido de diferentes materializações e aspirações.
Por nem sempre ter percebido esse âmago, nem sempre tomei as opções certas. Mas agora estou no seu alcance. Procuro potenciar opções, através de escolhas que me permitam alcançar e materializar os meus sonhos de sempre.   

Sem comentários:

Enviar um comentário