sexta-feira, 1 de abril de 2016

O fim do alfabeto, CS Richardson

A vida continua. A morte continua. O amor continua. (p. 63)


Resultado de imagem para o fim do alfabetoAmbrose Zephyr é criativo numa agência de publicidade. Zappora ashkenazi, sua mulher, é cronista de moda. São um casal sem filhos, mas com a vida que desejam. Até que são confrontados com a notícia da morte (demasiado) próxima de AZ. Então, encetam um périplo alfabético de cidades europeias, a meio do qual percebem que mais importante do que a geografia física é a geografia sentimental da sua relação e que apenas essa é necessária. O périplo geográfico será concluído apenas por ZA, que encontra neste o sentido do seu luto.
É um livro pequeno, com uma ideia interessante. Mas o tratamento não deixa de ser superficial e tenho uma certa curiosidade em perceber como poderia ser tratado com mais profundidade, mas isso daria um outro livro. Quiçá mais apelativo.

Tradução: Maria do Carmo Figueira | Editora: Editorial Presença | Local: Lisboa | Edição: 1ª | Ano: 2009, Dezembro | Impressão: Multitipo AG, Lda. | Págs.: 92 | Capa: Filipa Costa Félix | ISBN: 978-972-23-4273-5 | DL: 302188/09 | Localização: BLX PF 82-31 RIC (80283226)

Sem comentários:

Enviar um comentário