terça-feira, 7 de junho de 2016

Noite da literatura europeia.01

a morte bateu à porta

assim, sem avisar
e a dispensa vazia
nem as bolachinhas, nem os bolinhos, nem o cházinho
(limão tília camomila)
(melhor mesmo seria valeriana)

visita ingrata, sempre inesperada
apressada
sem tempo para 2, 3 dedos de conversa
como está a família
os seus, os meus
estão bem por lá? Estão por lá? Onde estão?
as saudades
os planos que nos impedem de ir agora
os compromissos inadiáveis

mas é hoje, sim
diz que é irrevogável
parece que sim
e sem direito a revogações  

Sem comentários:

Enviar um comentário