quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Como preparar a dinamização de uma sessão de uma Comunidade de Leitores (o meu processo)

Cada dinamizador de comunidades de leitores poderá ter o seu processo, para o qual conta muito, entre outras: o conhecimento do seu público, a sua capacidade de falar em público sem um guião pré-definido e estanque, a sua bagagens de leituras e a sua capacidade de associar temas e ideias.
Mas cada sessão, como o(s) seu(s)  livro(s)  de destaque, é diferente e nunca é demais fazer uma preparação prévia (passe o eventual pleonasmo). Este é o meu plano de preparação:
- Ler o livro. Dá imenso jeito, acreditem! E, de preferência, (re)lê-lo próximo da data de sessão, pois, no meio dos afazeres quotidianos, outras responsabilidades e outras leituras é muito fácil esquecer diversos (muitos) pormenores sobre as obras. De há alguns anos para cá, como nunca sei se me vou deparar novamente com um livro, e para poupar algum tempo de (re)leitura, passei a fazer pequenas fichas de leitura, nas quais consigo recuperar alguma informação sobre o que me chamou a atenção na obra. Tem sido útil.
- Pesquisar alguns dados biográficos sobre o autor. Não é imperativo saber toda a vida do autor. Idealmente, a leitura da obra deve bastar-se. No entanto, como dinamizadores, não podemos negligenciar o impacto e influência das (des)venturas pessoais dos autores na génese e desenvolvimento do seu trabalho. Regra geral, há sempre algum episódio interessante para reflectir ou, no mínimo, perceber qual a postura pública do autor sobre a sua própria obra.
- Pesquisar algumas opiniões sobre o autor e/ou a obra em questão. Por muito ampla que seja a nossa bagagem de leituras, ficamos muito facilmente presos na nossa visão (e preconceitos) sobre o autor e a obra. Assim, ao perceber outras opiniões podemos também prever algumas das participações e antecipar algumas situações e temas.
- Curiosidades. Sempre que possível, gosto de partilhar pequenas curiosidades com que me deparo ao realizar as pesquisas anteriores. Como, por exemplo, partilhar outras sugestões de leituras, que a presente me trouxe à memória. Ou então sugestões de leitura dos próprios autores. A verdade é que estas curiosidades variam muito. Já cheguei a partilhar pequenas impressões de quadros mencionados nas obras.

De um modo simples, este é o meu processo de preparação de uma sessão de uma Comunidade de Leitores. Não é, com certeza, infalível e deixa espaço para muito mais. Mas também não tenho como  objectivo esmiuçar a obra e o autor de modo a dizer tudo o que há dizer sobre o mesmo. O meu objectivo é contribuir para uma reflexão e dar “o pontapé de partida” para uma partilha de opiniões. E este meu plano é um contributo decisivo nesse sentido. 

Preparação da sessão sobre O Sol nasce sempre (Fiesta), de Ernest Hemingway.

Sem comentários:

Enviar um comentário