sábado, 14 de janeiro de 2017

Português para Estrangeiros: 3ª Edição


Esta semana, dei início à terceira edição deste projecto, que estava a dar os primeiros passos o ano passado, também por esta altura. Muita coisa aconteceu neste ano. Conheci muitas pessoas, de países que não me passaria pela cabeça, aprendi muito… e continuo a aprender. O que me deixa muito feliz!
Em jeito de síntese, saliento que nunca esperei receber tanta diversidade de participantes: desde a vizinha Espanha até ao mais longínquo Nepal. (Uau! O topo do mundo veio até mim. Ainda me parece inacreditável.) Destes, a sua maioria são mulheres. Dos mais variados estratos sociais e com os mais variados contextos culturais: desde jovens adolescentes em intercâmbio de estudantes até mães de família quase analfabetas. Passando por profissionais com formação académica a nível de doutoramento, funcionários de embaixadas e artistas. O mundo tem-se reunido regularmente numa pequena sala na Biblioteca da Penha de França.

Se no início tinha alguma insegurança. Afinal, questionava-me: o que tenho para oferecer a pessoas oriundas de países e realidades tão díspares. Hoje, sinto-me grata por ter abraçado este desafio e a questão que me coloco é outra: como levar este projecto mais além? Não só em termos de abarcar um maior número de participantes, mas de retornar este potencial humano e de conhecimento exactamente em prol da comunidade a que pertencem. Ainda não tenho uma resposta concreta, mas estou a pensar nisso!

Sem comentários:

Enviar um comentário