sexta-feira, 28 de abril de 2017

A Mecânica do Coração, Mathias Malzieu

O que me atraiu neste livro foi o título e a bela imagem da capa desta edição (que na verdade nada tem a com a história relatada). Ao ler as banda nas é-me dito que a história tem um quê de Tim Burton e …, o que confere. Ainda na capa, é-me dito que estou perante um romance, o que não concordo. Creio que está mais para uma novela. Então que história é esta?
Jack, nasce em Edimburgo na noite mais fria do mundo, 16 de abril de 1874. Para que sobreviva, a sua parteira faz uma delicada operação em que instala um relógio no seu coração congelado. Esta operação lhe permite garantir a mecânica do mesmo, mas impedirá a sua adopção seja por quem for, o que não incomoda Madeleine que assim dá azo à sua maternidade possível. Incompreendido e desprezado pela quase totalidade das pessoas, Jack anseia no entanto ser aceite por uma unica pessoa, Miss Acácia, a jovem cantora, por quem se enamora a quando da sua primeira incursão na sociedade. Essa paixão levá-lo-á a debater-se com a inveja, a violência, mas também a conhecer um novo mundo e novas amizades. Mas, sobretudo, que o amor tem razões incompreensíveis à mecânica de qualquer coração.
Enquanto narrativa, estamos perante uma poética e surreal história de amor, realmente muito ao jeito de Burton, ao qual o nome do protagonista não será sequer inocente. Este foi inclusive adaptada ao cinema de animação e embora não a tenha visto, enquanto a lia imaginava perfeitamente o seu potencial estético e creio mesmo que será daquela história em que o cinema lhe fará mais jus do que a palavra escrita. À parte disso, é uma leitura agradável e com passagens de incontornável poesia e que se adequada ao pousio entre leituras mais exigentes.

Tradução: Irene & Nuno Daune e Lorena | Editora: Contraponto | Local: Lisboa | Edição/Ano: 1ª, Outubro 2009| Impressão: Eigal | Págs.: 143 | Capa: Marta Teixeira | ISBN: 978-989-666-020-8 | DL: 299410/09 | Localização: BLX PF 82-31 MAL (80269814)

Sem comentários:

Enviar um comentário