domingo, 28 de maio de 2017

E agora Josefa?

Para Drummond de Andrade
depois de tantos homens
depois de tanto tempo no mesmo homem
depois de tantos homens ao mesmo tempo
agora sem homem há tanto tempo
e tanto tempo para homens
não encontras no tempo que tens
vontade para outro homem
que o tempo que se dá a um homem
é tempo que não volta, volta que nem sempre têm

e que tempo nos dão os homens, Josefa?

O momento entre o álcool e o cochilo.

Sem comentários:

Enviar um comentário