quarta-feira, 10 de maio de 2017

Não sou esse tipo de miúda, Lena Dunham

Deste lado do oceano, Lena Dunham é conhecida sobretudo pela co-criação e protagonismo da série Girls, de que vi apenas alguns episódios e sobre a qual não consigo ter uma opinião concreta, apenas alguns sentimentos de estranheza.
Quanto a este livro, que se assume como não ficcional, o sentimento de alguma estranheza mantem-se. Por um lado, por me identificar com alguns dos temas abordados (imagem corporal, inseguranças, relações pessoais, perspectivas profissionais), e que também fizeram parte dos meus ’20. Por outro, por perceber que, na verdade, esses temas não estão ultrapassados, apenas se sentem de modo diferente e com o peso que a idade também acaba por lhes conferir.
Outra estranheza tem a ver com este registo pouco habitual de exposição pública da nossa pessoa íntima. Até que ponto a nossa vida serve de reflexão seja para quem for, à excepção de nós próprios. E até que ponto a suposta realidade de outrem é realmente verosimilhante para a termos como referência.
Uma coisa é certa, Dunham assume a sua escrita como uma forma de manter a sanidade e de encontrar e construir um sentido lógico (ainda que apenas para personagens) impossível de apreender e de conferir à realidade das nossas vidas.


Título Original: Not that kind of girl | Tradução: Mª de almeida | Editora: Editorial Presença | Local: Barcarena | Edição/Ano: 1ª, Março 2015 | Impressão: Multitipo, A.G., Lda. | Págs.: 286 | Ilustrações: Joanna Avillez | ISBN: 978-972-23-5529-2 | DL: 388726/15 | Localização: BLX Mar 82-31 DUN (80333129)

Sem comentários:

Enviar um comentário