sexta-feira, 11 de agosto de 2017

De todas as cartas de amor,
esta talvez seja a mais tola de todas,
porque te escrevo num futuro improvável,
a partir deste presente

Espero-te na curva de pequenos sorrisos
Em curiosidades cúmplices
Em cumplicidades sonhadas
Em palavras proferidas porque sentidas
Em gestos na medida certa para a minha impaciência
Em companhia para a solitude

Talvez seja o nosso desencontro o tema dos grandes livros
Olhares que não se souberam corresponder

Meu amor, de um futuro improvável
Se um dia vislumbrares a possibilidade de traçar um passado
E encontramos a sabedoria para unir um presente
Talvez o improvável aconteça

Talvez o amor aconteça...

💜💗💛❤💙♥💚♡💟💓💝💔💖💜

Sem comentários:

Enviar um comentário