segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Ponderações a ter na implementação de uma comunidade de leitores

Provavelmente, nada do que escreverei será novidade. No entanto, quando falo com pessoas interessadas em desenvolver uma comunidade de leitores, mesmo que tenham de profissionalmente apresentar um projecto escrito, percebo que alguns aspectos ainda não estão definidos na sua mente. Por isso, creio que não faz mal fazer uma revisão ou até uma introdução à matéria. Aqui vão alguns tópicos a ter em contas e algumas questões associadas. As respostas cabem a cada um, embora não me coiba de fazer umas quantas sugestões. Alguns dos pontos possuem links onde abordo as questões mais pormenorizadamente.
- o que é que já é feito na sua área geográfica de abrangência? Em que moldes? Em que horários? Não faça o que já está a ser feito e mesmo que faça algo diferente não o faça em horário e datas coincidentes. Não há necessidade de impossibilitar troca de públicos quando os podemos partilhar.
- e o que é que você, enquanto leitor, gostaria de debater a propósito de livros? Já existe? Se não, ótimo. Bom caminho. Se sim, visite e aprenda. Depois, pergunte-se: o que poderá fazer diferente? Não tenha pejo em assumir-se como o seu próprio público, esse será sempre um dos primeiros critérios para avaliar a perentoriedade das suas acções.
- que modelo de organização de sessão pretende adoptar? Orientado, livre, misto? Maioritariamente de partilha de opiniões ou de leitura de textos?
- que local acolherá esta comunidade? Público, privado, associativo? Que especificidades possui e que características terá de ter em conta? Há uma sala própria, é uma área partilhada? Que outros serviços se prestam nesse local?
- em que horário decorrerá? Parece um dos aspectos mais simples, mas na verdade é o que mais condicionará a participação.
- Que público(s) quer abranger? Geral? Especifico? Pretende (ou exigem que venha a) ter um grande número de público? Que apoio institucional tem?
- que objectivos pretende atingir com a organização de uma comunidade de leitores?
- que tipo de dinamizador se considera? Não se esqueça que há características importantes, mas que, sejam elas quais forem, são passiveis de se desenvolver. Devendo imperar sobretudo a transparência (assumindo lacunas e gostos) e a paixão com que faz o que faz.

Espero que estes tenham sido tópicos úteis para a reflexão do tipo de comunidade que pretende desenvolver. 

Sem comentários:

Enviar um comentário