quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Português para Estrangeiros: 5º Ciclo | Balanço Intermédio

Está neste momento a decorrer, na Biblioteca da Penha de França, o 5º ciclo do Projecto Português para estrangeiros. E, como já vem sendo hábito, continuo a ser surpreendida pelos participantes, seja pela sua origem, seja pelas suas histórias de vida, que, por vezes, me fazem sentir pequenina… e com tanto a aprender sobre a humanidade e sobre resiliência.
Este ciclo inclui 8 nacionalidades, a saber: francesa, ucraniana, egípcia de origem nubiana, ruandesa, italiana, chinesa, nepalesa e senegalesa. Os participantes são maioritariamente mulheres, sendo três repetentes, que em edições anteriores não puderam assistir a todas as sessões.
Em termos de formação, a maioria tem formação superior, sendo que duas são na área da saúde (farmácia e enfermagem), que, enquanto não dominarem a língua, não conseguirão trabalho na sua área.
No que diz respeito a participantes financeiramente mais desfavorecidos, é relevante constatar que as diversas instituições de cariz social locais nos reencaminham diversos utentes e que é junto destes que detectamos as situações que poem à prova o nosso lado mais humano. Deparamos com casos de solidão e quase exclusão social por falta de domínio da língua, mas também casos de problemas familiares que estão na origem de situações depressivas sobre as quais mais não podemos fazer do que sinalizar junto dessas mesmas instituições.

Contribuir para a melhoria da auto-estima destas pessoas e perceber que elas encaram este espaço como um local de segurança para poderem experimentar sem qualquer exigência ou repressão sobre eventuais falhas e erros, é, para mim e para os meus colegas, uma validação do nosso esforço e empenho. 

Sem comentários:

Enviar um comentário