sexta-feira, 13 de abril de 2018

A Casa Eterna, Hélia Correia

Esta é a história de um homem inexistente. Esta é a busca pelos últimos dias de um homem que fez de tudo para desaparecer em vida. Para suavizar, ao máximo, qualquer rasto da sua passagem num certo tempo, num certo espaço. Aceitemos então que o interesse desta história não está no homem que tenta encontrar, perceber e capturar, mas sim no retrato das pessoas que partilharam esse mesmo tempo, mas sobretudo, esse mesmo espaço. E nesse percurso encontramos uma apurada análise social, em que homens e mulheres desempenham uma coreografia de séculos em que ascensão, manutenção e queda parecem ter sempre os mesmos protagonistas. Servida por um humor indelével e um zelo linguístico de invejar. Nesta casa não há um principio, nem um fim, nem uma verdade. Há perspectivas, sempre parciais, em que o conflito, a frustração, o desejo, e a ambição são sempre repetidos. Ad eternum.
Editora: Círculo de Leitores | Colecção: | Local: Lisboa | Edição/Ano: 1, Abril 1991 | Impressão: Resopal, Lda. | Págs.: 242 | ISBN: 9724202461 | DL: 444 9/91 | Localização: BLX Iti 82P31/COR (80126126)

Sem comentários:

Enviar um comentário