quarta-feira, 27 de junho de 2018

Compromisso(s) de leitura(s)


Hoje, com a última sessão da nossa comunidade de leitores da Penha de França pré- pausa estival, termino um ciclo de leituras em prol de projectos profissionais. Bem, termino não, faço uma pausa. Porque em Setembro, retomo o compromisso de as efectuar a par da calendarização de leituras quer da CL, quer do projecto Escrita em Dia (EED). Até lá, vou variar um pouco… será? 
A minha intenção nos próximos 2 meses é equilibrar um pouco a leitura de autores estrangeiros, uma vez que a literatura nacional tem sido a tónica dominante destes últimos meses, e algumas leituras técnicas, pois quero descansar um pouco da ficção. Mas, como sempre, não posso garantir nada, porque há leituras que se encadeiam e livros que inesperadamente chamam por nós, sem que possamos fazer muito acerca disso.
Mas vamos então a um balanço das leituras deste primeiro semestre de 2018. Até ao momento, li 26 livros (se não me enganei ou esqueci algum na contabilização. Não seria a primeira vez). Desses, 21 foram lidos no âmbito quer da CL, quer do EED. Ou seja, apenas foram “extra-curriculares”. Utilizo este termo porque desde a faculdade que não leio mais de 2 livros de um mesmo autor próximos um do outro. Nestes últimos meses, embora tenha tentado intercalar a leitura de diferentes autores, acabei por ler cerca de 3 a 4 livros de um mesmo autor e, na verdade, sinto que tornei a fazer um breve curso em literatura contemporânea nacional. Pois, em 6 meses, só li 2 livros de autores estrangeiros (Rosa Montero e Clarisse Lispector), o que também não é nada habitual. Apesar de nos últimos anos ter vindo a dar muita atenção à nossa literatura, no entanto, nunca o tinha feito de forma tão marcante.
Mas o que mais vai marcar o meu período de pausa entre compromissos de leitura é que sinto igualmente a necessidade de efectuar uma pausa na leitura em geral. Pelo menos uns dias, uma semana, quem sabe. Na verdade, não me vejo a conseguir fazer uma pausa maior, mas também é real esta necessidade que sinto de fazer uma espécie de reset antes de iniciar um novo período de leituras que se prevê igualmente desafiante, profícuo e intensivo.
Mas, seja qual for o percurso das minhas próximas leituras, ele ficará aqui registado de vários modos. Por isso, é só ir dando alguma atenção aqui ao estaminé. If i read it, it will show.
Foto de Adelaide Bernardo.
As próximas leituras...

Sem comentários:

Enviar um comentário