sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Exercício de escrita amorosa

Alheia ao sentido das palavras pousadas na página, encho a lápis a redondeza dos ós. Só a pouco percebo as palavras com que penso em ti.
corpo dorso percorro gotas cansaço convergem só ponto epicentro traço rotas com os olhos com mãos comigo toda nós amor
A minha mente foge para ti, mesmo nas palavras dos outros. Com elas faço o nosso poema:
com o meu corpo
percorro o teu dorso
as gostas do cansaço
convergem para o epicentro
a cada viagem
novas rotas
traçadas a mãos e olhos ofegantes
comigo contigo
toda sou tu
somos nós
talvez eu
quem sabe amor


Texto escrito a partir de uma passagem de Hei-de amar-te mais, de Tiago Salazar.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Hei-de amar-te mais, Tiago Salazar

Diário intimo do autor dedicado à sua mulher, a fadista Cristina Branco, datado de Janeiro de 2007 à Páscoa de 2010, onde prevalece a reflexão e a dúvida sobre a eventual pressão que duas vidas profissionais de viajantes podem exercer sobre uma relação. não tendo por hábito a leitura de diários, muito menos sentimentais, foi uma curiosa descoberta sobre uma possibilidade de escrita.

Editora: Oficina do Livro| Edição: 1ª| Local: Alfragide | Impressão: Multitipo, A.G.| Ano: 2013, Maio | Págs.: 133 | Capa: Rui Garrido | ISBN: 978-989-741-055-0| D.L.: 357099/13 |Localização: BLX NC 82P-84/SAL (80239745)

terça-feira, 18 de agosto de 2015

O Castelo dos Destinos Cruzados, Italo Calvino

Vários viajantes vêem-se obrigados a pernoitar uma estalagem. Misteriosamente impedidos de falar, encontram num baralho de tarot a única forma de comunicar e expressar as suas histórias, dando origem a uma trama de cartas e narrativas que se entrecruzam e de cujas interpretações ninguém pode estar 100% certo.
Como o autor assume, as duas narrativas que compõem este pequeno volume partem de um exercício com base em dois baralhos de tarot e as narrativas constroem-se a partir das cartas seleccionadas. É um exercício interessante e que vale a pena percorrer a todos os que se interessam pelos mecanismos da construção da escrita.

Tradução: José Colaço Barreiros| Editora: Editorial Teorema| Edição: 2ª| Impressão: Multitipo, Artes Gráficas| Ano: 2010, Janeiro | Págs.: | Capa: Mª Manuel Lacerda | Ilustrações: Sim| ISBN: 978-972-695-895-6 | D.L.: 303393/09| Localização: BLX PF 82-34 CAL (80271911)

sábado, 1 de agosto de 2015

A Noite mais Escura da Alma, Ana Teresa Pereira

Tom. Marisa. Patrícia. Um homens. Duas mulheres. Ou uma mesma obsessão ao longo de várias vidas? Será que o amor se sobrepõe à morte?
Uma interessante novela fantástica – um registo a que não estou habituada -, mas que me deixou curiosa para conhecer outros trabalhos desta autora. Sendo este foi o primeiro trabalho que li desta, apreciei a forma como constrói a ambiência fantástica, mas, simultaneamente, nos deixa na dúvida sobre quem seduz quem, quem ultrapassa os limites da paixão e morte.


Editora: Círculo de Leitores | Impressão: Printer Portuguesa| Ano: 1998 | Págs.: 148 | Capa: José Neves| ISBN: 972-42-1739-6 | D.L.: 119465/98 | Localização: BLX PF